Gosto musical é algo muito louco, particularmente escuto de tudo, mas não necessariamente gosto de tudo. Consumo muita música, escuto muitos estilos e artistas diferentes, entretanto, não chego a ser o ‘alternativo’, tão pouco o sou o famoso eclético.

Gosto de descobrir músicas novas, artistas novos, dar voz a artistas brasileiros que estão começando na indústria da música através das minhas redes sociais e nas minhas colunas nos blogs da web.

Gosto de sempre frisar o quanto é importante que cada pessoa entenda que por trás de tudo, existe uma indústria que movimenta bilhões de reais todos os anos.

A indústria do entretenimento é isso, com teatro, shows, filmes, séries, games, música e até fofoca de celebridades – praticamente uma indústria a parte.

Acredito que descobrir novos artistas é uma obrigação de cada um de nós, seja na música, nos teatros, nos cinemas e em toda forma de arte.

Para o filosofo grego Aristóxeno de Tarento, considerado um dos primeiros musicólogos do mundo.

” A música é ao mesmo tempo arte e ciência”

Quando nós como sociedade misturamos a arte, a ciência e a tecnologia, conseguimos ter acesso a milhões de artistas internet e organiza-los pelas plataformas de stream.

Desde o surgimento do rádio e até o stream, criamos diferentes formas de consumir música, não nego as facilidades dos gigantes Spotify e Deezer, mas ainda amo comprar um disco físico e colocar no meu “discman“.

Ouvir um álbum completo, ler as letras e as informações técnicas no encarte, tem coisas que serão difíceis viver sem, ao passo que discos físicos estão cada vez mais caros e mais escassos no mercado.

Os LP’s hoje, custam um absurdo, quanto mais recente mais caro. Para se ter uma ideia, outro dia queria o álbum “Melodrama” da Lorde, quando o preço apareceu (R$ 198,99), desisti e acabei ficando com o CD que já não tá barato também.

Igualmente, gosto de quantificar as músicas que escuto, o tempo que escuto música durante a semana, os dias. Saber os estilos, os artistas, as faixas que estou ouvindo mais. Para fazer esses relatórios uso o Last.fm.

O Last.fm, é uma rede social, com serviço de troca de recomendações, onde também é possível ouvir música. Entretanto, o mais interessante desse site é que você pode continuar usando seu serviço de stream favorito, no meu caso é o Deezer – e usar o Last.fm.

Nesse sentido, você pode usar o site para criar os relatórios e cruzar as informações para te ajudar a descobrir novos artistas e fazer amizades com pessoas que com o gosto musical parecido com o seu.

Vou deixar alguns prints dos meus relatórios da última semana, assim quem sabe você não se anima a ouvir mais música e conhecer mais artistas.

Se decidir se juntar ao Last.fm, me adiciona lá! <3

Galeria:

Por: Diorman Werneck

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *