Criada em 2016 na cidade de Belo Horizonte, em Minas Gerais, pelo produtor de eventos Arthur Cobat, a festa CurraL, assim como toda a indústria do entretenimento, sofreu forte impacto com a pandemia da COVID-19.

De portas fechadas desde que foi decretada a quarentena, em Março de 2020, o evento se transformou em gravadora como alternativa para escapar da crise. Batizado como CurraLrec, o selo divulgou seu primeiro álbum recentemente, “CurraL 001”.

“Ele é o primeiro álbum de produções eletrônicas autorais da história de BH. Reunimos 19 artistas da cena eletrônica independente da cidade, de diversos coletivos e vamos lançar próximo mês ele em um vinil duplo,” conta Arthur, animado.

O disco, que traz a curadoria de OMOLOKO e produção executiva de Cobat, 19 faixas que passeiam pelas vertentes do eletrônico, gênero que era o foca da festa CurraL. Todas as músicas pertencem à artistas independentes da capital mineira.

Confira o álbum a seguir:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *