A volta da personagem “Capitu“, interpretada por Giovanna Antonelli, na novela “Laços De Família“, no ar nas tardes da Rede Globo no “Vale a Pena Ver de Novo“, reascendeu o drama das profissionais do sexo da vida real.

O isolamento social causado pela crise do novo coronavírus, afetou diretamente a renda de diversas garotas de programas que vivem diariamente do contato com seus clientes.

A prostituição no Brasil é uma ocupação profissional reconhecida pelo Ministério do Trabalho desde 2002, que não possui restrições legais quando praticada por adultos.

Na teledramaturgia brasileira diversas atrizes deram vida a personagens que vivem do comércio de seus corpos, companhia e tempo.

Giovanna pode ter reacendido a discussão, mas antes de “Capitu” outras personagem carregavam uma mesma semelhança na história: todas eram prostitutas, marginalizadas pela sociedade e mesmo assim viviam suas vidas com dignidade.

Selecionamos 5 prostitutas interpretadas nas novelas brasileiras:

1- Hilda Furação

Interpretada por Ana Paula Arósio, Hilda é uma mulher da alta sociedade que desiste de se casar no dia do casamento e se envolve com a prostituição e passa a ser muito disputada ao se mudar para Belo Horizonte, em Minas Gerais.

2- Tieta

Tieta foi uma daquelas personagens que marcou a história das novelas brasileiras, vivida por Betty Faria, todo o elenco conseguiu retratar bem a realidade do povo brasileiro.

Tieta, revolucionária e muito a frente de seu tempo, lutava contra todos os preconceitos e hipocrisias da sociedade em que cresceu, foi humilhada e expulsa.

Seu retorno para sua cidade natal deixa tudo de pernas pro ar e garante várias risadas e aprendizados com a vida de Tiêta!

3- Bebel (Uma mulher de catigoria!)

Talvez a mais amada pelos telespectadores, com seus bordões memoráveis e seu jeito bem popular, a personagem Bebel, vivida por Camila Pitanga, na novela Paraiso Tropical, entrou para história com suas aventuras vivadas no calçadão de Ipanema, seu estilo muito ousado e também por ser uma prostituta muito empoderada e dona de si.

4- Morena (Tu tá metida com droga Morena?)

O personagem que projetou a carreira da atriz Nanda Costa para o mundo.

A jovem Morena, da novela Salve Jorge, levava uma vida comum em uma comunidade no Rio de Janeiro, até receber uma proposta de trabalho fora do Brasil.

Mais uma vez. além de mostrar a realidade da prostituição no Brasil e na Turquia, a teledramaturgia mostrou a realidade do trafico de mulheres para fins de exploração sexual.

5- Larissa

A modelo Larissa, vivida por Grazi Massafera projetou a prostituição no mundo da moda para a boca do povo. O termo “Book Rosa” entrou para o vocabulário da nação e o triste fim de Larissa ao se envolver com as drogas (crack) e se afundar no submundo da cracolândia deixou todo mundo chocado.

A interpretação de Grazi Massafera foi tão brilhante e envolvente que o personagem Larissa, rendeu a artista uma indicação na categoria de “Melhor Atriz” no Emmy Internacional de 2016.

Foto Capa: Dainis Graveris
Fotos Post: Reprodução/TV Globo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *