40 anos atrás, em 29 de abril de 1980, falecia em Los Angeles, na Califórnia, o diretor de cinema Alfred Hitchcock. Considerado o mestre do suspense, o cineasta britânico morreu de insuficiência renal aos 80 anos, deixando um verdadeiro legado para a sétima arte.

Tendo realizado 53 filmes ao longo de seis décadas de carreira, Hitchcock trabalhou com grandes atores e atrizes, como Cary Grant, Ingrid Bergman, James Stewart e Grace Kelly.

Sua maior realização foi, sem dúvidas, “Psicose“, baseado no romance homônimo de Robert Bloch. O longa se tornou um clássico entre os filmes de suspense e figura sempre em qualquer lista sobre os melhores títulos do gênero, rendendo três continuações, um telefilme, um remake e uma série de TV (“Bates Motel“).

Indicado ao Oscar por seis vezes, Hitchcock nunca venceu. Uma injustiça que jamais poderá ser reparada. O diretor também ficou marcado por graves polêmicas, já que tinha fama de maltratar suas estrelas e até persegui-las.

O caso mais famoso foi o de Tippi Hedren, mãe de Melanie Griffith, ex-esposa de Antonio Banderas e cuja filha é a protagonista da saga “50 Tons de Cinza”, Dakota Johnson. Tippi teria sido cortejada por Hitchcock, que, ao não ser correspondido, se tornou obsessivo e tornou a vida da atriz no set de “Os Pássaros” um pesadelo.

Tippi, por exemplo, foi obrigada a gravar dezenas de takes na sequência em que é atacada pelos pássaros, chegando a sofrer um corte no rosto. Hitchcock, inclusive, teria substituído os pássaros mecânicos por aves de verdade em cenas-chave do filme.

Hoje com 90 anos, a estrela americana lançou uma autobiografia um tempo atrás em que denuncia Hitchcock por agressão sexual e conta que por diversas vezes ele tentou beijá-la ou tocá-la.

Voltando aos aspectos positivos da carreira do controverso diretor, Hithcock também era famoso pelas aparições que fazia em seus próprios longas, chamadas de cameos.

Em “Janela Indiscreta“, ele aparece dentro do apartamento do pianista; em “Psicose”, o cineasta passa em frente ao escritório de Marion, a personagem de Janet Leigh; em “Disque M para Matar“, Hitchcock surge no canto inferior esquerdo de uma fotografia pendurada na parede da sala.

Dentre tantas contribuições para o cinema, o diretor também desenvolveu a técnica do MacGuffin. O conceito é utilizado para inserir um objeto em cena que serve de pretexto para a trama avançar, mas é importante que ele se apresente sem que o espectador tome nota.

Podemos tirar mais uma vez “Psicose” como exemplo. No enredo, o dinheiro roubado por Marion de seu patrão é o MacGuffin. A mala cheia de dólares que a protagonista carrega funciona como o elemento que a conduz até o hotel de Norman Bates.

Mas, a partir de então, o dinheiro perde função na trama, que segue para outros caminhos. O MacGuffin é então a situação no roteiro que vai conduzir a trajetória do personagem principal a um outro ponto, levando ao desenrolar da história.

Em 2012, o cineasta foi retratado no cinema através do longa “Hitchcock”, dirigido por Sacha Gervasi. A trama é ambientada durante as gravações de “Psicose” e foca na relação de Alfred (Anthony Hopkins) e sua mulher, Alma Reville (Helen Mirren). Janet Leigh é interpretada por Scarlett Johansson.

Para conhecer mais sobre a incrível filmografia de Alfred Hitchcock, o Cansei de Ser Pop separou oito longas que ilustram bem a grandiosidade e genialidade do cineasta. Confira abaixo:

“Pacto Sinistro” (1951)

Sinopse: Dois completos desconhecidos concordam em matar alguém de quem o outro quer se livrar. O aristocrata Bruno Anthony encomenda a morte do seu odioso pai, e o jogador de tênis Guy Haines quer se divorciar da mulher para se casar com a filha do senador.

Elenco: Farley Granger, Ruth Roman, Robert Walker, Kasey Rogers.

“Janela Indiscreta” (1954)

Sinopse: Em Greenwich Village, Nova York, L.B. Jeffries, um fotógrafo profissional, está confinado em seu apartamento por ter quebrado a perna enquanto trabalhava. Como não tem muitas opções de lazer, vasculha a vida dos seus vizinhos com um binóculo, quando vê alguns acontecimentos que o fazem suspeitar que um assassinato foi cometido.

Elenco: James Stewart, Grace Kelly, Thelma Ritter, Raymond Burr, Wendell Corey.

“Disque M para Matar” (1954)

Sinopse: Um ex-tenista decide matar sua mulher para herdar seu dinheiro e se vingar por ela ter tido um caso com um escritor. Ele chantageia um colega para estrangulá-la, dando a entender que o crime teria sido cometido por um ladrão.

Elenco: Grace Kelly, Ray Milland, Anthony Dawson, Robert Cummings, John Williams.

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

“Ladrão de Casaca” (1955)

Sinopse: O ex-ladrão John Robie, conhecido como Gato, é o principal suspeito de uma onda de roubos de joias na Riviera Francesa. Para não voltar para a cadeia, ele parte atrás do verdadeiro culpado e se apaixona por uma americana rica.

Elenco: Cary Grant, Grace Kelly, Jessie Royce Landis, John Williams, Brigitte Auber.

Um Corpo que Cai” (1958)

Sinopse: O detetive aposentado John Scottie sofre de um terrível medo de alturas. Certo dia, um amigo pede a John que siga sua esposa. Ele aceita a tarefa e começa a segui-la por toda parte. Ela demonstra uma estranha atração por lugares altos, levando o detetive a enfrentar seus piores medos. John começa a acreditar que a mulher é louca, com possíveis tendências suicidas, quando algo estranho acontece nesta missão.

Elenco: Kim Novak, James Stewart, Barbara Bel, Tom Helmore, Henry Jones.

“Intriga Internacional” (1959)

Sinopse: Um caso de falsa identidade faz com que um espião estrangeiro persiga um homem inocente de Nova York até o Monte Rushmore.

Elenco: Cary Grant, Eva Marie Saint, James Mason, Martin Landau, Leo G. Carroll.

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

“Psicose” (1960)

Sinopse: Após roubar 40 mil dólares para se casar com o namorado, uma mulher foge durante uma tempestade e decide passar a noite em um hotel que encontra pelo caminho. Ela conhece o educado e nervoso proprietário do estabelecimento, Norman Bates, um jovem com um interesse em taxidermia e com uma relação conturbada com sua mãe. O que parece ser uma simples estadia no local se torna uma verdadeira noite de terror.

Elenco: Anthony Perkins, Janet Leigh, Vera Miles, John Gavin, Pat Hitchcock.

Os Pássaros” (1963)

Sinopse: Melanie Daniels, uma bela e rica socialite, conhece o advogado Mitch Brenner em um pet shop e fica interessada nele. Após o encontro, ela decide procurá-lo na cidade de Bodega Bay, Califórnia, onde Mitch costuma passar os finais de semana. Entretanto, Melaine só não sabia que iria vivenciar algo assustador: milhares de pássaros se instalaram na localidade e começam a atacar as pessoas.

Elenco: Tippi Hedren, Rod Taylor, Suzanne Pleshette, Jessica Tandy, Veronica Cartwright.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *