Duas amigas, Clara Câmpara e Sofia Lopes formam o duo mineiro Clara X Sofia, a dupla que antes do lançamento do seu primeiro álbum “Nada Disso é Pra Você”, já apresentavam um notório talento com seus primeiros singles e mostravam em diversas formas: musical, visual e o mix disso ao vivo que é arrebatador, não estavam para brincadeira elas são o POP do momento!

Foto: Victor Faria e Bruno Maluf

Encontraram nas composições autorais sobre situações e experiências da vida uma forma de arrebatar os ouvintes e explorar sentimentos coletivos.

Em meio aos vários compromissos para divulgação do recém lançado “Nada Disso é Pra Você”, conversamos com exclusividade com o duo e descobrimos um pouco mais sobre os processos criativos, desenvolvimento dos visualisers e divulgação do projeto que promete e entrega muito.

Nos três anos de carreira autoral, as mineiras apostaram no pop e fortaleceram sua identidade com o “Chiclete Chic” — um conceito criado por elas para denominar o estilo dos lançamentos mais recentes, como a faixa “SEM MALDADE”. Antes disso, lançaram “fico mais leve” e “fala (tô te querendo)”.

No primeiro álbum, o duo conta a história de uma personagem que passa pelos cinco estágios do luto de forma intensa após o fim de uma relação amorosa e tumultuada com traições de amigas.

Cada música do álbum é um convite a explorar sentimentos e memórias que, por mais dolorosas, também são parte de um amadurecimento.

O álbum tem início, meio e fim e os leads singles soam como uma bela introdução as músicas cheias de referências e conceitos de artes visuais, cenografia, fotografia e atuação mostrando um álbum maduro e um resultado coeso, pop e divertido.

Álbum “Nada disso é pra você”
Clara X Sofia track list

Capa do álbum ‘Nada disso é pra você”
  1. NADA DISSO É PRA VOCÊ
  2. SEM MALDADE
  3. eu juro
  4. FALSA
  5. fala (tô te querendo) [+Clara Valverde]
  6. quem me dera
  7. VONTADE DE QUEBRAR O CELULAR [+Giana Althaus]
  8. fevereiro
  9. fico mais leve

Confira a entrevista com o duo Clara X Sofia

CSP: Como tem sido esse momento de lançamento, receber os feedbacks? Imagino que seja uma loucura porque são muitos detalhes para pensar. Como vocês têm sentido esse momento?

Clara X Sofía: Ain, está perfeito! Está muito bom, assim, a gente está com uma sensação de realização e alívio muito grande porque a gente trabalhou muito nesse álbum, foi uma loucura, mas foi uma loucura muito organizada, fizemos tudo direitinho, sabe?

Então é muito massa ver esse álbum rodando e colocar esse filho no mundo, hoje estava falando isso com a Sofía. É tipo uma pequena sementinha, uma energia potencial que estamos colocando ali e que ela vai crescendo e tomando seus caminhos e chegando em lugares sozinha. Então é muito legal a gente receber esses feedbacks das pessoas que estão ouvindo.

E eu sinto que o álbum faz muito isso, ele põe a pessoa para conhecer a gente, sabe? Ele é uma ele é uma apresentação muito massa nossa que a gente tem muito orgulho de ter lançado e tá muito bom, né amiga?

Clara X Sofía: Muito Feliz! É um misto de alívio, alegria, com euforia e realização, uma realização muito grande, uma coisa que a gente vem idealizando já tem um tempo, sempre foi um sonho lançar um álbum, ter um trabalho sólido que conte uma história e esse álbum está cumprindo esse papel da maneira que a gente idealizou.

A gente estava ansiosa demais para lançar, doidas para lançar, mas foi bom ter tido essa calma, respeitado o momento e ter lançado ele agora, foi o momento ideal e a gente está muito feliz.

Foto: Victor Faria e Bruno Maluf

CSP: Quando vocês sentiram que tinham finalizado todas as músicas, sentiram que as composições estavam todas alinhadas? Porque parece que mesmo os singles que vieram antes do álbum soam muito como um prelúdio do que estava para vir.

Clara X Sofía: Acho que foi quando a gente compôs “Falsa”, quando a gente compôs essa música a gente se olhou e falou assim: Essa era música que faltava!

Ela foi a última música que a gente compôs e a gente tinha um conjunto de músicas que achávamos que devia entrar no álbum, mas a gente falava: São as 5 fases do luto, tem um desabafo ali, será que a gente está falando tudo ou está faltando alguma coisa aí? Talvez por medo de explorar esse sentimento e na hora que a gente se entregou e pensou vamos fazer essa música aqui e deu tudo nela a gente falou: Putz! Esse álbum está muito sincero e acho que essa é a sinceridade que a gente quer passar, acho que “Falsa” foi super a cereja do bolo, né amiga?

Acho que foi crucial para a gente lançar.

Clara X Sofía: Que cereja do bolo! Ela foi um andar de bolo! (risos)

A faixa “Falsa”, encerrou esse ciclo que falei que estava tudo muito fechadinho, ela terminou de fechar. Deu essa sensação.

Clara X Sofía: Nossa grande vontade com esse álbum era de falar tudo, se entregar. E a gente falava: Queremos um álbum para contar quem é Clara e Sofia e a nos apegamos nessa narrativa e compomos de uma maneira muito sincera, sem amarras.

Quando vimos tudo pronto, sentimos que era isso e partimos para lançar o álbum.

CSP: Vocês tem uma estética bem única, uma coisa que acho que não tinha visto ainda na música brasileira. Como vocês veem essa estética quando precisam pensar que ela precisa expressar sua mensagem para o público e ao mesmo tempo agradá-los?

Clara X Sofía: A gente acredita muito na parte estética como uma comunicação muito forte da nossa música, deste álbum principalmente. A gente chegou nesses contextos estéticos de uma forma muito bem pensada. Nós paramos para escutar o álbum e pensar como é que vamos falar isso por meio das minhas roupas, por meio dos nossos vídeos.

Então, foi tudo muito bem pensado e por fazer tanto sentido é muito aceito pelo público. A gente fez um trabalho de investigação de identidade que nos mostrou que temos uma coisa muito forte em nós duas e mais ainda na dupla que é a característica “Girl Next Door” (risos).

Clara X Sófia: O que a gente passa é muito de verdade, ficamos um tempo trabalhando em casa coisa, foram zilhões de pastas no Pinterest, zilhões de dias assistindo clipes e filmes. A gente realmente investigou a fundo, fizemos dinâmicas como ouvir cada música do álbum de olhos fechados e depois anotar o que a gente visualizava daquela faixa.

Então, a gente conseguiu chegar em uma coisa que é muito a gente, porque não foi do dia para noite. A parte visual diz muito sobre a fase que a gente está vivendo, essa nova “era” que a gente tá chamando. É um pilar muito forte e a gente trabalhou com cuidado para passar essa mensagem através da imagem para as pessoas.

Ouçam a entrevista em podcast!

CSP: Meninas, vocês estão com a gente lotada de entrevistas e compromissos para divulgação do álbum, temos poucos minutinhos com vocês. Então, vamos fazer um “game” bem rapidinho, onde vou falar uma situação e vocês recomendam uma faixa do álbum “Nada Disso é Para Você”, OK?

Foto: Victor Faria e Bruno Maluf

1- Uma música para chorar rios: Quem Me Dera
2- Uma música para namorar e ficar de casalzinho: “Fala” e “Fico Mais Leve”
3- Uma música para cantar para o ex: Vontade de Quebrar o Celular
4- Uma música para cantar na chuva: Nada Disso é Para Você
5- Uma música para cantar em uma tarde de sol: Sem Maldade

One thought on “Entrevista com Clara X Sofia: Originais, Femininas e muito talentosas!”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.