Juliana Paes foi acusada por Adriana das Graças, uma ex-funcionária, de demiti-la após o fim de sua licença médica devido a uma doença mental grave, a depressão. As informações sobre o caso foram divulgadas pela colunista Fábia Oliveira.

Segundo Adriana, ela trabalhou como governanta e cozinheira da residência da atriz durante um período de 11 anos. A mulher também afirma que, nesse mesmo tempo, não recebeu nenhum auxílio para seguir com o tratamento, como uma ajuda de custo para compra de remédios.

A profissional conta que ficou afastada das suas funções desde novembro de 2021, após uma discussão com uma colega de trabalho que atuava, na época, como babá dos filhos da artista.

A ex-governanta alega que conseguiu pegar uma licença pelo INSS até o final do mês de julho deste ano e, quando retornou para suas atividades, Juliana Paes a teria demitido logo em seguida.

A cozinheira contou que tentou se matar depois de uma discussão com a uma babá que também trabalhava para Juliana em novembro de 2021.

“Eu pedi um carro de aplicativo para a Ponte Rio-Niterói, mas o motorista viu o meu estado, eu estava descontrolada, e me levou para um hospital psiquiátrico em Piedade (bairro da zona norte do Rio). Fiquei internada e tive várias crises”, contou à jornalista.

Além disso, Adriana contou para a colunista que assim que a atriz soube que ela havia publicado um vídeo em suas redes sociais pessoais para poder explicar o ocorrido, Paes teria realizado uma ligação neste sábado (30) para conversar com ela.

Mas, ao que tudo indica, o bate-papo não foi tão amigável assim. Segundo ela, a artista teria “jogado” em suas costas todas as situações nas quais ela a ajudou e que, inclusive, teria concedido um “barraco para ela ter onde morar”.

A profissional reforçou que durante o período no qual ela ficou afastada do trabalho, ela não recebeu nenhuma ligação dos chefes para saber como estava o seu estado de saúde.

Após o ocorrido, a ex-funcionária fez um desabafo nas redes sociais, que repercutiu e fez Juliana Paes procurá-la. Adriana contou que a artista enfatizou todas as ajudas que tinha dado para ela e chegou a lembrar que deu um barraco para a cozinheira ter onde morar.

A Resposta de Juliana Paes

A assessoria da atriz afirmou ao Em Off que a mulher foi demitida, mas as acusações não procedem.
Leia a nota:

“No último mês de julho, aconteceu, de fato, o desligamento da colaboradora. Juliana e família sempre foram cuidadosos e respeitosos com as questões de cunho pessoal que Adriana passou no período e este jamais seria o motivo para o fim do contrato. Juliana manteve Adriana trabalhando durante anos em tratamento da doença e indo além de suas obrigações como empregadora com ajuda médica e também financeira. A dispensa se deu por outros motivos e foi feita dentro da lei, garantindo todos os direitos à ex-colaboradora. No mais, Juliana não irá se pronunciar novamente sobre o caso.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.