O que fazer na Avenida Paulista?

Conhecida por ter seus enormes arranha-céus e ser uma das avenidas mais importantes da América Latina, a Avenida Paulista também é a via mais emblemática de São Paulo.

Democrática e sempre movimentada, é possível encontrar muito mais do que prédios de escritórios, lojas, shoppings, cinemas, restaurantes e cafés.

Existem diversas opções de atividades culturais para fazer por toda a avenida, vir em São Paulo ou até mesmo para os turistas da sua própria cidade, visitar a Avenida Paulista é sempre imperdível.

Sendo assim, para te ajudar organizar o melhor roteiro, selecionamos algumas dicas.

Confira:

Instituto Moreira Salles (IMS)

Instituto Moreira Salles – Divulgação/Gilberto Marques 

Com nove andares de pé-direito duplo, em um prédio com arquitetura diferenciada, o Instituto Moreira Salles funciona como um centro cultural vertical. O local conta com mais de 1.200 m² para exposições, um cineteatro, uma biblioteca de fotografia, salas de aula, a loja-livraria IMS por Travessa e o café-restaurante Balaio, do chef Rodrigo Oliveira. A entrada é gratuita.

Museu de Arte de São Paulo – MASP

MASP – Divulgação

O Museu de Arte de São Paulo foi instalado bem no centro da Avenida Paulista em 1968, com o icônico projeto assinado por Lina Bo Bardi.

Hoje o acervo do MASP conta com mais de 11 mil itens, entre pinturas, esculturas, objetos, fotografias e muito mais.

Além de exposições temporárias, o acervo fixo no segundo andar tem um grande diferencial: as obras foram retiradas das paredes e são expostas em um grande salão sobre cavaletes transparentes.

Centro Cultural Fiesp

Centro Cultural Fiesp – Foto: Monique Renne/Reprodução

Na sede da Fiesp, esse complexo cultural é formado pelo Teatro do Sesi-SP e diversos espaços onde acontecem shows, oficinas, workshops, palestras e exposições ao longo do ano.

Todos os ingressos dos eventos culturais do Sesi-SP são gratuitos. Há ainda uma livraria, uma cafeteria e um jardim assinado por Roberto Burle Marx.

Confira os Web Stories:

Itaú Cultural

Itaú Cultural – Divulgação

O Itaú Cultural é um espaço com eventos gratuitos de música, teatro, dança, literatura, artes visuais e tecnologia. Há exposições permanentes e também temporárias, então vale ficar atento à agenda cultural da instituição.

Sesc Avenida Paulista

Vista do Mirante Sesc Avenida Paulista
Foto: Rodrigo Tetsuo Argenton/Reproduçao

Além de espaços para atividades culturais e educativas distribuídos em vários andares, o Sesc Avenida Paulista abriga um mirante na cobertura, que fica no 17º andar.

É o melhor lugar para ver do alto o endereço mais famoso da cidade. Essa unidade do Sesc conta ainda com café e a comedoria, com opções de salgados, bebidas e pratos rápidos. A entrada é gratuita.

Casa das Rosas

Casa Das Rosas – Divulgação Governo de São Paulo

Em meio aos altos e modernos edifícios da Avenida Paulista, a Casa das Rosas se destaca: uma mansão em estilo clássico francês que data de 1935, com 30 cômodos, cercada por jardins floridos, onde se reuniam os barões do café.

Como uma exceção à regra, o antigo casarão foi salvo da demolição e restaurado.

Hoje, a Casa das Rosas funciona como espaço cultural, que recebe cursos, palestras, saraus, exposições ligadas à literatura e muito mais. Tem também livraria e um café localizado no jardim. A visita é gratuita.

Parque Trianon

Vista de Parque Trianon – Divulgação

Bem no centro da Paulista, em frente ao MASP, o Parque Trianon é um oásis verde em meio ao concreto. Inaugurado em 1892, o parque é histórico e possui um acervo de obras de arte, como esculturas de Victor Brecheret, e árvores centenárias, remanescentes da Mata Atlântica.

Japan House São Paulo

Japan House – Divulgação/Reprodução

Inaugurada em 2017, a Japan House São Paulo é um projeto criado pelo governo japonês para difundir a genuína cultura japonesa.

Desde então, a instituição já promoveu mais de trinta exposições sobre arquitetura, tecnologia, gastronomia, moda, arte e cultura pop do país.

O local também conta com lojas, um café e um restaurante. A fachada já é uma obra de arte, projetada pelo arquiteto Kengo Kuma com a arte japonesa do encaixe usando a madeira Hinoki. A entrada é gratuita.

Paulista aos domingos

Visitar a Avenida Paulista aos domingos é uma experiência bem diferente. Das 8h às 16h (horário sujeito a alterações), toda a via fica aberta exclusivamente para a circulação de pedestres e ciclistas.

Seus quase 3 km de extensão se transformam em um grande e animado parque.

Aproveite para visitar a Feira de Antiguidades no vão livre do MASP, que acontece aos domingos.

Você pode gostar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.