Com curadoria de Denise Mattar e a coordenação geral de Regina Rosa de Godoy, a exposição denominada ARMORIAL 50 ANOS apresenta cerca de 140 obras de arte (a grande maioria nunca havia saído do Recife) em diversos formatos contando com artistas importantes para o Movimento Armorial, dentre eles o próprio Ariano Suassuna lider do movimento.

O movimento foi criado e liderado pelo dramaturgo, professor, pintor e consagrado escritor Ariano Suassuna (1927-2014) e conta com obras de Francisco Brennand, Gilvan Samico, Aluísio Braga, entre muitos outros artistas que fizeram parte deste importante movimento artístico lançado no Recife, em 18 de outubro de 1970.

GiSamico Pe. Cícero Romão (Tríptico), 1974 – Óleo sobre aglomerado
Coleção Universidade Federal de Pernambuco  lvan

A grande intenção do movimento era criar uma estética culta da música, teatro, dança e literatura partindo da herança popular brasileira e o resultado foram as obras que reconheceram e renovaram a tradição, os trabalho mais representativos finalamente poderão ser vistos na cidade de São Paulo, com a mostra Movimento Armorial 50 Anos, no Centro Cultural Banco do Brasil.

Segundo a curadora da exposição Danise Mattar falou sobre a importância da exposição para as novas gerações conhecerem e preservarem a memória dos artistas brasileiros;

 “A exposição é fiel à proposta de Ariano Suassuna, apresentando às novas gerações o trabalho pioneiro e engajado do autor, mostrando como ele propunha uma volta às raízes brasileiras, com profundo respeito à diversidade, às tradições dos negros, povos indígenas e os brancos, mas apresentando tudo de forma mágica, lúdica, e plena de humor — um humor que faz pensar. Uma lição de vida e de resultados positivos que devem ser mostrados para a sociedade polarizada na qual vivemos hoje”,
afirma Denise Mattar.

Durante os meses de agosto e setembro, o público terá um contato ainda mais profundo com a história do movimento porque está na programação uma série de eventos denominados “Conversas sobre a Arte Armorial” e “Espetáculos de Música Armorial” em paralelo à exposição, que fica ambientada nos 4 andares dos prédio do CCBB São Paulo até 26 de setembro.

A programação ainda conta com um evento especial chamado “Aula Espetaculosa – do Mendigo ao Pintor“, apresentada por Manuel Dantas Suassuna, filho de Ariano, em que o artista plástico retoma e desdobra seus caminhos na arte a partir de uma primeira influência armorial de seu pai e de artistas da época e atuais.

Gilvan Samico, Rumores de guerra em tempo de paz”, 2001– Xilogravura – Coleção Instituto e-Brasil

A coordenadora geral da programação, Regina Rosa de Godoy comentou como é grandioso e importante que uma cidade como São Paulo, onde vivem milhares de nordestinos possam ver seus artististas em destaque na maior cidade da américa latina.

Levar esta exposição para São Paulo, cidade que sempre recebeu e acolheu milhares de nordestinos, é levar um pouco da terra, do sotaque, da alegria, da esperança e da brasilidade do nordeste. E uma grande responsabilidade apresentar esta efervescência cultural do Movimento Armorial para as novas gerações em variados estados, valorizando e ampliando o olhar para a cultura popular. Como filha e neta de nordestinos levar esta exposição para o CCBB São Paulo é unir mundos em torno do armorial. diz Regina Godoy.

Esta série de eventos apresenta e recria para o público do CCBB São Paulo a atmosfera de compartilhamento de ideais e a efervescência cultural da época, capitaneada por Ariano Suassuna e os artistas envolvidos em um dos movimentos culturais mais importantes do Brasil.

Serviço

Exposição Armorial 50 Anos
Onde: Centro Cultural Banco do Brasil – São Paulo | CCBB-SP
Rua Álvares Penteado, 112 – Centro Histórico de São Paulo.
Valor: Entrada gratuita
Quando:Até 20 de Setembro
Horário de funcionamento: todos os dias, das 9h às 20h, exceto às terças.
Entrada acessível: Pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida e outras pessoas que necessitem da rampa de acesso podem utilizar a porta lateral localizada à esquerda da entrada principal.
Estacionamento Conveniado e Traslado de Vans: O CCBB possui estacionamento conveniado na Rua da Consolação, 228 (R$ 14 pelo período de 6 horas – necessário validar o ticket na bilheteria do CCBB). O traslado é gratuito para o trajeto de ida e volta ao estacionamento.
No trajeto de volta, tem parada na estação República do Metrô. As vans funcionam entre 12h e 21h.
Transporte Público: O Centro Cultural Banco do Brasil fica a 5 minutos da estação São Bento do Metrô. Pesquise linhas de ônibus com embarque e desembarque nas Ruas Líbero Badaró e Boa Vista.
Táxi ou Aplicativo: Solicite desembarque na Rua Três de Dezembro. Siga a pé pela Rua XV de Novembro e Rua da Quitanda até o CCBB (200 m).

Imagens: Divulgação/CCBB-SP


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.