A pandemia de covid-19 fechou todos os centros culturais, casas de shows e teatro do país foram fechados por tempo indeterminado. Três meses após o início do isolamento social começar a ser flexibilizado no Brasil, começamos a pensar em uma reabertura.

Como resultado desse momento catastrófico, temos diversas dúvidas no seguimento da cultura. Como serão as medidas de segurança? Quais os prejuízos desse longo período parados? E as produções que já estavam em cartaz – algumas prestes a estrear – precisam repensar essa retomada das atividades de que forma?

Mas com a reabertura das portas a pergunta que fica mais evidente neste momento é: O que faremos quando entrarmos em cena novamente?

Essas e outras perguntas constantes dos profissionais que trabalham na indústria do entretenimento no Brasil serão debatidas na live “Os desafios da retomada”, promovida pela Sociedade Brasileira de Teatro Musical que acontece no dia 08 de julho (quarta-feira), às 19h.

O objetivo é ampliar a discussão sobre as expectativas sobre a volta desse setor e destacar as possíveis estratégias contra os impactos da pandemia.

A participação é aberta a todos os interessados no assunto com inscrições gratuitas no botão abaixo.

A live tem presenças confirmadas de Stephanie Mayorki (sócia fundadora da EGG entretenimento), Júlio Figueiredo (diretor da Atual Produções), Fábio Cesnik (sócio do CQS Advogados), Luiz Gustavo Barbosa (coordenador da FGV), Mauro Sousa (diretor da Mauricio de Sousa Produções) e mediada por Renato Chiquito (diretor da Chiquito Agência de Cultura e Trígono HubCultural). 

Foto: @claireslair

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *